Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online

Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online: O código fonte do Windows XP vaza online e as fontes do Windows Server 2003 também estão junto

0
123
Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online
Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online

Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online: O código fonte do Windows XP vaza online e as fontes do Windows Server 2003 também estão junto

Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online

O código fonte da Microsoft para Windows XP e Windows Server 2003 vazou online. Arquivos torrentes para o código fonte dos 02 (dois) sistemas operacionais foram publicados em vários sites de compartilhamento de arquivos esta semana. É a primeira vez que o código fonte para Windows XP vazou publicamente, embora os arquivos vazados afirmem que este código tem sido compartilhado privadamente por anos.

Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online
Windows XP: O Código Fonte do SO Vaza Online

O material é Legítimo

A Verge verificou que o material é legítimo, e chegamos até a Microsoft para comentar sobre o vazamento.

É improvável que este último vazamento de código fonte represente qualquer ameaça significativa para as empresas ainda presas em máquinas Windows XP.

A Microsoft terminou o suporte ao Windows XP em 2014, embora a empresa tenha respondido ao ataque maciço de malware WannaCry com um patch altamente incomum do Windows XP em 2017.

Fim do Suporte

Embora esta seja a primeira vez que o código-fonte do Windows XP aparece publicamente, a Microsoft executa um Programa Especial de Segurança Governamental (GSP) que permite que governos e organizações controlem o acesso ao código-fonte e outros conteúdos técnicos.

Este último vazamento do XP não é a primeira vez que o código-fonte do sistema operacional da Microsoft aparece online. Pelo menos 1GB de código fonte relacionado ao Windows 10 vazou há alguns anos, e a Microsoft enfrentou até mesmo uma série de vazamentos de código fonte relacionados ao Xbox este ano. O código fonte original do Xbox e do Windows NT 3.5 apareceu online em maio, apenas semanas depois que o código fonte gráfico do Xbox Series X foi roubado e vazado online.

Não está imediatamente claro quanto do código fonte do Windows XP está incluído neste vazamento, mas um especialista interno do Windows já encontrou as chaves de assinatura raiz do certificado de usuário NetMeeting da Microsoft.

Partes do vazamento do código fonte também fazem referência aos sistemas operacionais Windows CE da Microsoft, MS-DOS e outros materiais da Microsoft que vazaram.

Curiosamente, os arquivos também incluem referências a teorias de conspiração de Bill Gates, em uma clara tentativa de espalhar informações errôneas.

incluem referências a teorias de conspiração de Bill Gates
incluem referências a teorias de conspiração de Bill Gates

Referências a Teorias de conspiração de Bill Gates

O código-fonte do Windows XP foi divulgado inicialmente no fórum 4chan juntamente com o do Windows Server 2003 com um torrent para um arquivo ‘.zip’ com cerca de 2,9GB. Outro torrent divulgado no mesmo fórum tem cerca de 43GB e inclui o código de outros produtos como MS-DOS 3.30, MS-DOS 6.0, Windows 2000, Windows CE 3, Windows CE 4, Windows CE 5, Windows Embedded 7, Windows Embedded CE, Windows NT 3.5 e Windows NT 4.

Ainda não se sabe-exatamente quanto do código-fonte do Windows XP está incluído neste vazamento, mas um especialista no Windows confirmou no Twitter que já encontrou as chaves de assinatura raiz do certificado de usuário para o aplicativo NetMeeting da Microsoft.

História do Windows XP

O Windows XP é uma família de sistemas operacionais de 32 e 64 bits produzido pela Microsoft, para uso em computadores pessoais, incluindo computadores residenciais e de escritório, notebooks, tablets e media centers. O nome “XP” deriva de eXPerience. O Windows é o sucessor de ambos os Windows 2000 e Windows ME e é o primeiro sistema operacional para consumidores produzido pela Microsoft construído em nova arquitetura e núcleo (Windows NT 5.1).

O Windows XP foi lançado no dia 25 de Outubro de 2001 e mais de 400 milhões de cópias estavam em uso em Janeiro de 2006, de acordo com estimativas feitas naquele mês pela empresa de estatísticas IDC. Foi sucedido pelo Windows Vista lançado para pré-fabricantes no dia 8 de Novembro de 2006 e para o público em geral em 30 de Janeiro de 2007. Suas vendas cessaram no dia 30 de Junho de 2008, porém ainda era possível adquirir novas licenças com os desenvolvedores do sistema até 31 de Janeiro de 2009 ou comprando e instalando as edições Ultimate ou Business do Windows Vista e então realizando o downgrade para o Windows XP.

As duas principais edições do sistema operacional são o Windows XP Home Edition, que é destinada a utilizadores domésticos, e o Windows XP Professional Edition, que oferece recursos adicionais, tais como o Domínio de Servidor do Windows, dois processadores físicos e é direcionada a usuários avançados e a empresas.

O Windows XP Media Center Edition tem mais recursos de multimédia possuindo a capacidade de gravar e sintonizar programas de televisão, ver filmes de DVD, e ouvir música. O Windows XP Tablet PC Edition é designado a rodar aplicações com o toque de uma caneta usando a plataforma Tablet PC. Duas versões separadas de 64-bit do Windows XP foram lançadas, a Windows XP 64-bit Edition para processadores IA-64 (Itanium) e a Windows XP Professional x64 Edition para x86-64. Existe também o Windows XP Embedded, uma versão voltada para dispositivos como caixas eletrônicos, e uma edição para mercados específicos e iniciantes, o Windows XP Starter Edition.

O Windows é conhecido pela sua estabilidade e eficiência que melhorou ao longo das versões 9x do Microsoft Windows. Ele apresenta uma nova interface gráfica, uma mudança que o tornou mais amigável do que versões anteriores do Windows. É também a primeira versão do Windows a usar um programa de ativação na luta contra a pirataria de software, uma restrição que não foi muito bem aceita por muitos utilizadores que defendiam a privacidade.

O Windows Experience também foi criticado por alguns utilizadores devido a vulnerabilidades de segurança, fraca integração entre aplicativos, como o Internet Explorer 6 e Windows Media Player, e para funções de contas de utilizadores. Suas últimas versões com o Service Pack 2, o 3 e o Internet Explorer 7 resolveram alguns desses problemas.

Durante o seu desenvolvimento, o projeto tinha o nome de código “Whistler”, em homenagem a cidade de Whistler no Canadá, uma vez que lá se localiza o resort Whistler Blackcomb onde alguns dos desenvolvedores se hospedaram.

Até o final de Abril de 2016, o Windows Experience era o sistema operacional mais utilizado no mundo com 62.43% de participação no mercado, tendo chegado a 85% em Dezembro de 2012. Os números mostram a queda exponencial do uso do sistema operacional, acelerada pelo lançamento do Windows 7, que chegou para corrigir os problemas do Windows Vista.

Em abril de 2016, o Windows XP ficou em terceiro lugar com 10,69%, perdendo uma posição para o Windows 8.1 que ficou em segundo lugar com 10,95%, e o primeiro lugar ficou com o Windows 7 com 50,3%. Desde Dezembro de 2016, o uso do Windows XP caiu para 8% (não obstante com seu uso sendo maior, por exemplo, na China, com 26%, Índia; na Ásia em geral e na África), fazendo do Windows o quinto sistema operacional mais popular depois do Windows 8.1 e do OS X (apesar de que algumas estatísticas o colocam em segundo lugar depois do Windows 7)

Mais Informações na Internet sobre as Versões do Windows